Sobre o Embaixador
Alberto Correia Neto, nascido aos 08 de Julho de 1949, em Quimbele, Província do Uíge, filho de Borges Francisco e de Maria José Correia, casado com a Senhora Maria Paula dos Anjos Feijó Correia, e têm dois filhos.

 

 

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Iniciou os seus estudos primários e secundários em Luanda a partir de 1957, ingressando na Universidade de Luanda para o curso médico-cirúrgico a partir de 1969.

Licenciou-se em economia pela Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto em Angola no ano de 1991.

 

 

VIDA POLÍTICO-MILITAR

Começou a militar nas células clandestinas do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), em Luanda em 1965 no comité regional de Luanda. Em 06 de Janeiro de 1970 é preso pela polícia portuguesa (PIDE – DGS) sendo no mesmo ano deportado para Cabo Verde – Campo de Concentração do Tarrafal. Só foi libertado a 1 de Maio de 1974 após o 25 de Abril em Portugal.

Em Junho de 1974, via Portugal parte para Luanda para juntar-se aos guerrilheiros do MPLA. Neste mesmo ano participa na Conferencia Inter-Regional de Militantes do MPLA e ingressa nas FAPLA (Forças Armadas Populares de Libertação de Angola). É colocado no CIR – Kalunga (Centro de Instrução Revolucionária) como estagiário.

Pouco tempo depois passa a monitor politico do mesmo CIR em Malungo Nzau. A seguir já com o CIR em Belize é nomeado pelo Estado Maior da 2ª Região Político-Militar  como Director do referido CIR, funcionando como tal até Agosto de 1975, altura em que é nomeado Coordenador Provincial da JMPLA (Juventude do Movimento Popular de Libertação de Angola).

Esta função foi desempenhada até Outubro de 1975, altura em que é nomeado pelo Estado Maior General das FAPLA como Comissário Politico da Frente Sul que englobava as Províncias da Huila, Namibe, Kuando Kubango e Cunene. Em Março de 1976 é nomeado Comissário Politico da FAPA – DAA (Força Aérea Popular de Angola – Defesa Anti -Aérea) até 1981 passando nesta altura a ser Chefe do Estado Maior da FAPA – DAA. De 1984 a 1986 esteve na ex-URSS para tirar o Curso Superior de Direcção de Aviação Militar, regressando a Luanda em Agosto de 1986 altura em que foi nomeado Comandante da FAPA – DAA, função que desempenhou até meados de 1990.

A partir de 1987 até 1990, acumulou as funções de Comandante da FAPA – DAA com as de Comandante da Frente Centro e Presidente do Conselho da referida Frente que englobava as províncias do Huambo, Bié, Kwanza Sul e Benguela.

A nível partidário, foi membro do Comité Nacional da JMPLA, de 1978 a 1983.

A nível politico, em 1985 durante o segundo Congresso do MPLA foi eleito Membro do Comité Central do MPLA e em 1987 eleito Membro do Bureau Politico do MPLA.

A partir de 1990, é nomeado Chefe de Estado Maior General das FAPLA, função desempenhada até 1993.

1995 a 2000, é nomeado como Adido de Defesa, Militar, Aeronáutica e Naval de Angola nos Estados Unidos da América.

Em Abril de 2000, é nomeado Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola na República Federativa do Brasil.

Em 2006 através da Ordem № 05/2006, do Comandante-Em-Chefe das Forças Armadas Angolanas é promovido a General de Exército.

Em Outubro 2006, é nomeado Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de  Angola na República da Eslováquia.

Em 2011, é nomeado Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola na República  Federal da Alemanha.

Actualmente é Membro Suplente do Comité Central do MPLA, da República de Angola.