X

O que precisa de saber

Informação Geral

Clima

Clima tropical e húmido na faixa costeira a Norte do rio Kwanza – verões quentes e húmidos, invernos amenos e secos. No Planalto as altitudes podem atingir mais de 2000 metros e as temperaturas podem descer abaixo de 10.º C.
A Sul há áreas de clima mediterrânico ou mesmo desértico, caso do Namibe.

Língua

A língua oficial e mais veiculada é o português. No entanto existem outras línguas nacionais sendo as mais conhecidas: o umbundo, o kikongo, o kimbundo, o chocué, o mbunda e o cuanhama.

Moeda local/Sistema bancário

A moeda local é o Kwanza (AOA). Poderá obter a respetiva taxa de câmbio no sítio do Banco Nacional de Angola

A utilização de cartões, principalmente de débito (vulgo “multicaixa”), está generalizada. Pode, ainda, recorrer-se a outros serviços, como o cartão de crédito. 
Previamente à partida é aconselhável obter a confirmação, junto da instituição bancária emissora, relativamente à possibilidade de utilização do seu cartão em Angola.
As redes multicaixa permitem também levantamentos aos portadores de cartões visa emitidos fora do país, devendo para o efeito recorrer às que possuem indicação de Rede VISA.

Relativamente ao montante de divisas cuja saída para o exterior do país é permitida, sugere-se a consulta da informação disponibilizada no sítio do Banco Nacional de Angola

Regime de Entrada e de estadia

Sobre o regime de entrada e saída de estrangeiros em Angola deverá procurar obter as necessárias informações antes de viajar junto das autoridades diplomáticas e consulares angolanas:

Antes de viajar, deverá obter um visto válido ou autorização de trabalho, sob pena de lhe ser recusada a entrada no país. Não são concedidos vistos à chegada.

Note que não pode exercer atividade profissional sendo titular de visto ordinário e que os vistos de trabalho só podem ser solicitados no país de origem. Desaconselha-se vivamente o recurso a intermediários, comerciais ou não.

A permanência para além da validade do visto acarreta o pagamento de uma multa diária no valor de 150 USD. A sujeição à multa ocorre numa grande multiplicidade de casos, nomeadamente: trabalhar, estudar ou residir mas não ser detentor do visto adequado a uma destas situações; mudar de emprego sem notificar as autoridades; empregar pessoas com vistos inadequados; não renovar cartões de residência; mudar de domicílio sem a prévia notificação às autoridades.

Relembramos que o Passaporte deve ser válido, pelo menos, pelo período de 6 meses, a contar da data de entrada em Angola, e que é obrigatório ser portador do certificado de vacinação internacional contra a febre-amarela para poder entrar em território angolano.

 

Cuidados de Saúde

Os cuidados médicos em Angola existem em número limitado e, por norma, não correspondem aos padrões dos sistemas de saúde europeus. Recomenda-se a deslocação a clínicas privadas, devido à elevada carência de materiais e recursos humanos nos hospitais públicos, Os preços são no entanto elevados e é frequentemente exigido o pagamento antecipado de caução, em dinheiro.

Angola integra uma zona endémica de paludismo (malária), hepatite A e B e poliomielite. São, também, relativamente frequentes surtos de cólera e de raiva. Verifica-se, ainda, desde Dezembro de 2015, um surto de febre-amarela na cidade de Luanda.

Previamente à realização da viagem, deverá efetuar a consulta de aconselhamento ao viajante, assim como certificar-se de que tem em dia todas as vacinas indispensáveis à permanência em Angola. É obrigatório ser portador do certificado de vacinação internacional contra a febre-amarela para poder entrar em território angolano.

Aconselha-se o viajante a estar particularmente atento às condições alimentares e de higiene, nomeadamente à alimentação adquirida nos mercados informais. No que respeita à água, deverá apenas beber ou utilizar água engarrafada ou fervida e tratada, e evitar a utilização de gelo nas bebidas. Caso surja algum sintoma indesejado (vómitos ou diarreias) aconselha-se que se desloque a um médico.

Vacinas e precauções recomendadas

  • Deve ser feita a profilaxia da Malária 
  • Hepatite A (vacina aconselhada)
  • Hepatite B (vacina aconselhada)
  • Febre Tifóide (vacina aconselhada)
  • Febre Amarela (obrigatório)

Antes da viagem, aconselha-se ainda a realização de um seguro de saúde que inclua a repatriação e evacuação médica por avião hospital.

De referir ainda a existência de um Centro de Informação de Medicamentos e Toxicologia, que dispõe de especialistas que prestam informação em Toxicologia durante as 24h do dia sobre medicamentos, praguicidas, drogas, produtos químicos industriais e domésticos, plantas tóxicas e animais venenosos.

 

Telecomunicações

Existem comunicações telefónicas através da rede fixa, na capital e nas principais cidades. Operam igualmente três redes telefónicas móveis, Angola Telecom, Movicel e Unitel, cobrindo os principais aglomerados populacionais. O sistema roaming funciona através da rede móvel da Unitel, que utiliza o sistema europeu.

É possível aceder à internet através destas redes através de um carregamento de dados móveis no seu cartão.

O carregamento de saldo quer para chamadas e mensagens, quer para dados móveis, é efetuado através da compra de cartões que se encontram à venda em lojas de telecomunicações, mercearias, vendedores de rua ou multibanco (“multicaixa”).

 

Informações Úteis

Embora a lei já não o proíba expressamente, evite tirar fotografias ou usar binóculos e mapas junto de edifícios governamentais, instalações militares ou de segurança. Recomenda-se, em geral, prudência na utilização de máquinas fotográficas nas ruas e não fotografar pessoas sem a respetiva autorização.

  • O tráfico e o consumo de drogas constituem crimes e são punidos de forma severa.
  • Não se aconselha a realização de visitas à província de Cabinda além das estritamente necessárias.
Notícias

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

APIEX ANGOLA

Visitar
 

Contactos

Horário

EMBAIXADA

Segunda a Sexta-feira
09h00 - 13h00 / 14h30 - 16h30

SERVIÇOS CONSULARES
Recepção de Pedidos

Segunda, Terça, Quinta e Sexta-feira
9h30 – 12h30

Entrega de Documentos

Segunda, Terça, Quinta e Sexta-feira
14h00 – 15h30