X

Relações Angola Alemanha

As relações político-diplomáticas entre a República de Angola e a República Federal da Alemanha datam de longos anos e são consideradas excelentes. O seu ponto mais alto foi marcado pelas visitas de Estado do ex-Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, à Alemanha em Fevereiro de 2009, e de Sua Excelência Chanceler da República Federal da Alemanha, a Angola em Julho de 2011.

Estes contactos ao mais alto nível deram origem a assinatura de diversos e importantes instrumentos jurídicos, comissões bilaterais e outras acções, que tiveram grande impacto na consolidação das relações de amizade e cooperação entre os dois países.

O sector que mais tem beneficiado desta cooperação é o da indústria energética, através da participação das empresas alemãs na construção de barragens e centrais hidroeléctricas nacionais. Porém, muitas outras áreas, tais como: as infraestruturas, transporte, defesa, cultura, e formação, necessitam maior impulso na implementação dos acordos rubricados.

Com o recém-formado governo angolano, que tem pela frente o grande desafio e prioridade a economia nacional, os indicadores apontam para um aprofundamento mais intenso das relações com a Alemanha. No primeiro Discurso do Presidente João Lourenço, aquando da sua investidura, Alemanha foi mencionada entre os parceiros estratégicos de Angola. O foco da cooperação está mais virado agora para os vectores que investem na diversificação da economia, tendo em conta o crescimento e subsequente desenvolvimento sustentável.

É nesse contexto de reforma progressiva, que é dada a primazia ao reforço de parcerias entre Angola e a Alemanha. Aqui o Estado alemão joga um papel importante, na concretização dos objectivos nacionais preconizados, uma vez que, é líder mundial em áreas chave, que concorrem para a crescente economia. Falamos de industrialização, formação, saúde, agricultura, energias renováveis, tecnologias inovadoras e digitalização.

Apostando numa diplomacia política e economicamente forte, temos a certeza de que, rapidamente elevaremos a nossa posição de terceiro parceiro comercial da Alemanha na África Subsariana, para o primeiro lugar.

Em agosto de 2018, visando estreitar mais as relações bilaterais entre os nossos países, o Presidente da República João Manuel Gonçalves Lourenço, visitou a Alemanha com uma enorme delegação, constituida por membros do executivo, gestores de empresas Públicas e empresários interessados em cooperar .  Nessa ocaião realizou-se o VII Fórum Economico Alemanha -Angola, onde foram apresentadas as potencialidades economicas de Angola. O evento reuniu mais de 300 empresários em Berlim.

O Presidente João Lourenço manteve ainda encontros com o Homologo alemão Frank Walter Steinmer, com a Chanceler Angela Merkel, com quem abordou questões fulcrais sobre a cooperação em varios dominios e visitou a uma das grandes marcas alemãs instalada em Angola.

Foram igualmente rubricados vários assinados vários memorandos de entendimento de cooperação nos dominios dos Transportes, Finanças e Energia.

Dando sequência aos compromissos  assumidos, duas delegações sectoriais alemãs visitaram  Angola em Fevereiro e Julho de 2019, augruando a amaterialização dos projectos. De Angola voltaram para Alemanha este ano várias entidades, na busca de solcuções para o fomento a agricultura, melhoria no fornecimento de energia e outras soluções tecnoloógicas. 

Angola tem as portas abertas ao investimento estrangeiro com parcerias público e privadas, oferecendo incentivos fiscais em determinados sectores e zonas geográficas, no intuito de fazer crescer o País no seu todo.

A oportunidade está criada, para que mais empresas alemãs se juntem às mais de 20 já instaladas em Luanda. O País é constituído por 18 províncias que se estendem no vasto território de 1.246.700 km2, com um mosaico cultural rico, povo trabalhador e acolhedor, acrescidos os enormes recursos por explorar.

 

Sejam bem-vindos a Angola.

Notícias

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar