X

Notícias

17ago

João Lourenço participa na Cimeira da SADC na Tanzânia

A sessão de abertura da 39ª Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da SADC, em que Angola está representada pelo Presidente da República, João Lourenço, iniciou neste sábado, em Dar es Salaan, capital tanzaniana.

Com a presença de 16 Chefes de Estado e de Governo, que integram os países da organização regional, a Cimeira vai discutir até domingo (18) questões de interesse político, económico e social, com destaque para a implementação da estratégia e roteiro para a industrialização da região no período 2015-2063.

A estratégia de industrialização da SADC, adoptada em Abril de 2015, visa alcançar uma economia mais avançada e a transformação tecnológica a nível nacional e regional, que permita acelerar o crescimento através do desenvolvimento industrial.

A SADC enfrenta vários desafios, com destaque para a integração económica num espaço regional de mais de 200 milhões de habitantes.

Durante a Cimeira, devem ser aprovados três programas de suporte à implementação do lema do encontro, nomeadamente o Apoio para a Melhoria do Ambiente de Investimento e de Negócios (SIBE), Apoio à Industrialização e aos Sectores Produtivos (SIPS) e o Programa de Facilitação do Comércio.

A Tanzânia vai assumir a presidência rotativa da organização regional por um período de um ano, pelo que o Presidente tanzaniano, John Magufuli (ocupa actualmente a vice-presidência da SADC) ascenderá a liderança, em substituição do seu homólogo da Namíbia, Hage Geingob.

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, faz-se acompanhar nesta Cimeira pelos ministros das Relações Exteriores, Manuel Augusto, Finanças, Archer Mangueira, e da Economia e Planeamento, Manuel Neto da Costa, respectivamente.

Criada a 17 de Agosto de 1992, em Windhoek, a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral tem por objectivo promover o crescimento e desenvolvimento económico e sustentável, aliviar a pobreza, aumentar a qualidade de vida dos povos da região e prover auxílio aos mais desfavorecidos.

Integram a organização 16 estados, nomeadamente Angola, África do Sul, Botswana, República Democrática do Congo (RDC), Comores, E-swatini (antiga Swazilândia), Lesotho, Madagascar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seychelles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

Attachments

Related

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar