X

Notícias

18set

Programa de privatizações reúne potenciais investidores

Economia | | Return

A Comissão Nacional Interministerial para a Implementação do Programa de Privatizações (Propriv) reúne, de 19 a 20 deste mês, em Luanda, potenciais investidores para um seminário metodológico sobre a alienação de activos do Estado.

O evento que será presidido pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica e Coordenador da Comissão Nacional Interministerial para a Implementação do Programa de Privatizações, Manuel Nunes Júnior, prevê reunir representantes de organismos internacionais, como a Corporação Financeira Internacional (IFC), adstrita ao Banco Mundial, do sector financeiro, de consultoras, associações empresariais, câmaras de comércio, entre outros.

Para o primeiro dia, de acordo com a nota a que a Angop teve acesso, a agenda reserva temas ligados à experiência mundial sobre privatizações e reforma do Estado, enquadramento legal e estratégico, privatização de empresas de referência, preparação e implementação, o processo de privatização de empresas e activos públicos – modalidades e procedimentos de Privatização e Instrumentos.

A privatização de empresas do universo Sonangol: caracterização e especificidades, plataforma Tecnológica: data room e leilão em bolsa, gestão da relação com partes interessadas, gestores de empresas e funcionários, gestão da relação com partes interessadas, serviços de consultoria e outros, pela Implementação do Programa de Privatizações são, entre outros,  temas  agendados para o  segundo  e ultimo dia  do  seminário  metodológico.

Neste momento, encontra-se em curso o processo de liquidação de um conjunto de 63 empresas, das quais, três com comissões liquidatárias criadas pelos ministérios de tutela sectorial em que se inserem, e, duas em processo de dissolução.

O Instituto de Gestão de Activos e Participação do Estado (Igape) tem, no seu universo, cinco empresas em liquidação, que não se encontram formalmente extintas.

 O universo de empresas em liquidação é constituído por quatro (4)  do sector da Agricultura e Florestas, seis (6)  do sector do Comércio, dez (10)  do sector da Construção e Obras Públicas,  quatro (4) do sector de Recursos Minerais e Petróleos,  30 do sector da Indústria, uma (1) da Juventude e Desportos, sete (7) das Pescas e Mar e  uma (1) dos Transportes.

No dia nove deste mês de Setembro,  o Igape assinou contratos de aquisição e efectuou a entrega formal  de  chaves de cinco unidades industriais situadas na Zona Económica Especial (ZEE), no âmbito do processo de transferência de activos que eram do Estado para os privados.

São novos donos das cinco fábricas instaladas na ZEE Luanda/ Bengo, a Angoalissar, que adquiriu a Carton por 1000 milhões kwanzas (AKz), a Azoria, que comprou a Indugedet por  3,3 mil milhões, a Ecoindustry, que ficou com a Juntex por 225 milhões e a Zeepack, que comprou a Univitro e a Coberlen por  AKz 555.295 milhões,respectivamente.

Attachments

Related

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar