X

Notícias

08jul

Autoridades multam navio ucraniano em AKZ 500 milhões

Economia | | Return

Quatro dias depois, o impasse que para a descarga das 800 toneladas de carapau, apreendidas ao navio ucraniano Olutorsky, no Lobito, foi resolvido, nesta terça-feira.

A operação de descarga arrancou logo após a recepção da notificação do ministro da Agricultura e Pescas,  António Francisco de Assis, exigida pelo armador do navio, envolve 10 camiões que estão a transportar o pescado confiscado para armazéns da cidade de Benguela.

Entretanto, a nota do ministro angolano da Agricultura e Pescas, sustentada pelo artigo 234 da Lei nº 6-A/04 de 08 de Outubro, indica que a multa de 506 milhões, 352 mil e 10 kwanzas aplicada  inclui dez por cento a creditar à província de Benguela, por as infracções terem ocorrido no Porto do Lobito.

Na ocasião, o segundo comandante provincial da Polícia Nacional em Benguela, subcomissário Joaquim Ribeiro, recepcionou o documento do Ministério da Agricultura e Pescas sobre a confirmação do confisco do peixe apreendido ao navio “Olutorsky” e a multa referenciada.

Em declarações à imprensa, o oficial da Polícia Nacional disse que a nota foi uma exigência do armador do navio durante as negociações , mas só depois das 15 horas o primeiro, dos dez camiões, começou a receber a carga.

Explicou que, apesar dos constrangimentos criados pelo capitão do navio, Valkovlski Sergei, de nacionalidade russa, durante quatro dias, as negociações foram conseguidas devido ao respeito às leis nacionais e às convenções internacionais.

Aproveitou para felicitar toda a equipa envolvida no processo de negociação, especialmente o Posto de Comando da Polícia Fiscal, pela paciência e inteligência na gestão do impasse.

Apesar de violar a lei ao capturar mais de 800 toneladas de carapau em tempo de veda daquela espécie pelágica em águas nacionais, o navio “Olutorsky”, sob bandeira camaronesa, com 90 tripulantes a bordo, entre russos e ucranianos, está autorizado a pescar em águas nacionais do território angolano, sob a licença número “CDP000000060”, passada pelo Ministério da Agricultura e Pescas.

O navio pesqueiro foi multado primeiro pelo facto de pescar o carapau em período impróprio e pela falsificação de dados em relação às quantidades capturadas, agravada pela recusa do capitão em autorizar a descarga do produto, orientado pelo Serviço de Fiscalização Pesqueira.

É a primeira vez que um navio pesqueiro de grande porte, como o “Olutorsky”, é apreendido no Lobito com grandes quantidades de pescado e a tripulação condiciona a descarga.

A proibição, por parte do Ministério da Agricultura e das Pescas, da captura do carapau no período de veda, que vai de 1 de Junho até 31 de Agosto, tem como finalidades a conservação e recuperação da biomassa dessa espécie.

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura. Importa referir, que a medida em referência, não retira o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar