X

Notícias

20ago

Plano rural deve garantir auto-suficiência alimentar

Economia, Social | | Return

O plano integrado de desenvolvimento rural 2019-2020 deverá criar as bases para tornar o país auto-suficiente na produção alimentar e reduzir as importações, afirmou, nesta terça-feira, em Luanda, o secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes.

O Governante falava à imprensa à margem da 8ª reunião ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, que, entre outras, avaliou o "Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural 2019-2020.

Afirmou que toda a cadeia da produção até ao consumo é analisada neste programa, que tem como objectivo potenciar a produção nacional e garantir a sua distribuição.

De acordo com o responsável, o país tem condições para voltar a ser pluri-exportador e não depender de um só produto, tal como demonstram os dados estatísticos de 1972 e 1973.

O programa integrado de desenvolvimento do comércio rural, alinhado com outros sectores, como transportes e logística, garante o escoamento da produção para os centros de consumo.

Salientou que o programa incentiva uma maior participação do sector privado na implementação das 10 medidas e 173 acções previstas.

Procura-se evitar erros como os cometidos na implementação de programas como o Papagro, que pecou, essencialmente, devido a falta de condições de escoamento e o consequente apodrecimento de bens de consumo nas zonas de produção.

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura, o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar