X

Notícias

27ago

João Lourenço chega ao Japão para TICAD7

O Presidente da República, João Lourenço, chegou hoje (terça-feira) a Tóquio (Japão), às 6h00 locais, 22h00 de segunda-feira em Angola, para participar, de 28 a 30 deste mês, em Yokohama, na 7ª Conferência Internacional de Tóquio Sobre o Desenvolvimento de África (TICAD7).O Presidente João Lourenço faz-se acompanhar da primeira-dama, Ana Dias Lourenço.

Na quarta-feira, primeiro dia dos trabalhos da conferência, João Lourenço intervém no painel “Acelerar a Transformação Económica e Melhorar o Ambiente de Negócios Através da Inovação e Envolvimento do Sector Privado”, onde apresentará as “linhas de força” para atracção do investimento para Angola.

O Chefe de Estado angolano tem previsto um encontro, à margem do evento, com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, na tarde de quinta-feira.

No último dia da missão, o Presidente angolano participará, com outros convidados, num “Chá da Tarde”, oferecido pelo Imperador Naruhito, no Palácio Imperial, em Tóquio.

O estadista angolano, que foi convidado em Maio último pelo primeiro-ministro japonês para a TICAD 7, torna-se no primeiro Presidente de Angola a participar deste evento de interacção económica, que existe desde 1993.

Quando tomou posse como Presidente da República, a 26 de Setembro de 2017, João Lourenço elegeu o Japão como um dos parceiros de Angola para uma cooperação estratégica.

Os japoneses acompanham com satisfação e apoiam as reformas em curso em Angola, empreendidas pelo Presidente João Lourenço, sobretudo o combate à corrupção e ao nepotismo, a melhoria do ambiente de negócios, para atracção de investimento privado.  

O Executivo angolano realça a importância de Angola participar na TICAD 7 e procurar manter uma cooperação estratégica com o gigante asiático, por ser a 3ª maior economia do mundo e membro do G7.

Em Angola, fruto da cooperação existente entre os dois Estados, desde 1976, o Japão participa na reabilitação e construção de infra-estruturas com qualidade, como o Porto Comercial do Namibe e as três principais indústrias têxteis (Satec, Alassola e TextangII).

Também foi o responsável pelo financiamento de equipamentos e serviços para instalação do cabo submarino transatlântico de fibra óptica da Angola Cables.

Em território angolano, o Japão também tem uma co-participação no programa de desminagem e também apoia projectos no sector da saúde.

Histórico da TICAD

Trata-se de um fórum multilateral, inclusivo e aberto, lançado pelo Governo Japonês, em 1993, do qual participam países e instituições africanas, bem como organizações internacionais de desenvolvimento do sector privado e da sociedade civil.

A TICAD é organizada pelo Governo do Japão, a Organização das Nações Unidas, Banco Mundial e pelos próprios países africanos.

Tem por objectivo promover um diálogo político de alto nível entre os líderes africanos e parceiros internacionais, com vista a mobilizar apoios para as iniciativas de desenvolvimento económico, da paz e segurança, com maior apropriação africana.

A primeira edição da TICAD, em 1993, em Tóquio, proporcionou uma oportunidade para recuperar a atenção global a África na era pós-guerra fria. A segunda, em 1998, em Tóquio, destacou a importância da parceria comum.

Em 2003, em Tóquio, a terceira edição da TICAD concordou em ampliar a parceria para incluir países asiáticos e foi focada no conceito de Segurança.

A quarta edição, em 2008, em Yokohama, que se realizou pela primeira vez fora de Tóquio, estabeleceu o mecanismo de acompanhamento da parceria comum.

Em 2013, em Yokohama, a quinta edição defendeu a parceria para o crescimento de qualidade e a promoção do comércio e do investimento através de parcerias público-privadas.

Em 2016, agora com periodicidade de três anos, a sexta edição da Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África foi realizada em Nairobi (Quénia).

Nessa conferência, foram anunciados investimentos na ordem de 30 mil milhões de dólares para o futuro de África através de projectos em infra-estruturas de qualidade, desenvolvimento de recursos humanos, entre outros.

Na sexta edição da TICAD, participaram 53 países africanos, reunião que contou com 11 mil pessoas.

 

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura. Importa referir, que a medida em referência, não retira o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Tel.: +49 1521 3852073 ( Alberto Cuico)
+49 176 23740057 (José Contreiras)

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar