X

Notícias

27set

Angola busca investidores para diversificação da economia mineira

Economia | | Return

O ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, disse, nesta quinta-feira, a empresários europeus em Itália, que Angola vive o dilema de ter de diversificar a economia, fortemente dependente do petróleo, e diversificar também a economia mineira.

Para o efeito, Diamantino Azevedo explicou que "o nosso potencial em recursos minerais por explorar é muito grande e queremos contar com empresários europeus na extracção e processamento de rochas ornamentais".

O governante falava durante um jantar de trabalho com empresários italianos, espanhóis e portugueses que participam da feira de rochas ornamentais na cidade italiana de Verona.

Referindo-se a outros minerais, Diamantino Azevedo informou que o país já explora ouro, em pequena escala, e vai em breve iniciar a exportação de ferro, ao que se seguirão projectos de manganês, cobre, lítio e terras raras.

 "As rochas ornamentais têm um papel muito importante a desempenhar em Angola, porque o estágio de desenvolvimento do país demanda muita pedra", declarou o governante, acrescentando ser um desafio que carece de parceiros com larga experiência nessa actividade, como são os italianos, espanhóis e portugueses.

Disse que o Estado não intervém como produtor de rochas ornamentais, sendo uma actividade em que actuam empresários privados nacionais e seus parceiros estrangeiros.

 O ministro apelou aos empresários europeus a olhar à qualidade da pedra angolana e convidou-os a participar da conferência e exposição de rochas ornamentais que o Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos organiza em Outubro, na cidade do Lubango, província da Huíla.

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura. Importa referir, que a medida em referência, não retira o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar