X

Notícias

23out

Angola quer reforço do papel da comunidade científica

Social | | Return

O secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos da Silva Neto, destacou, na terça-feira, em Leiden, Reino dos Países Baixos, a necessidade da comunidade científica angolana reforçar o seu papel na inventariação da biodiversidade do país.

Falando na abertura da 26ª reunião do Conselho de Administração do Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade (GBIF – Global Biodiversity Facility), realçou a intenção de Angola assumir a responsabilidade de implementar mecanismos que possam ajudar as suas instituições a melhorar a gestão de dados sobre biodiversidade que inclui a disseminação em todo o país e a partilha global.

“Espera-se que a contribuição combinada entre Angola e a comunidade internacional científica possa reforçar e criar sinergias para uma melhor conservação e utilização da biodiversidade em resposta aos desafios, em relação à preservação da biodiversidade e as alterações globais”, asseverou.

A visão estratégica do GBIF, o seu programa para 2020, o financiamento e a formação dos Nós Nacionais dos diferentes Países, estão em revisão nesta conferência bianual.

A participação do país no evento representa uma oportunidade para a comunidade científica angolana, uma vez que possibilita o acesso a uma base de dados fundamental para o desenvolvimento da investigação científica, bem como para a disponibilização de informação para o desenvolvimento do país em actividades como a conservação da biodiversidade.

O Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade é uma plataforma informática internacional, da União Europeia que disponibiliza o acesso aberto aos dados de biodiversidade de todos os organismos em qualquer parte do mundo, através da internet.

A delegação angolana é ainda integrada pela embaixadora acreditada no Reino dos Países Baixos, Maria Isabel Resende Encoge, Esperança da Costa, em representação do Nó Nacional do GBIF, e Helena Miguel, Directora do Gabinete de Intercâmbio do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação. 

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura, o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar