X

Notícias

06mai

Executivo focado no aumento da produção

Economia | | Return

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, afirmou ontem (terça-feira) que o aumento da produção nacional continua a ser o foco do Governo, para mudar definitivamente a estrutura económica ainda dependente do petróleo, daí a aposta na construção de estradas.

Segundo o ministro, que falava na cerimónia de passagem de pastas no agora Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território, resultado da fusão dos dois departamentos ministeriais (Construção e Obras Públicas e Ordenamento do Território e Habitação), não obstante as fortes restrições financeiras que o país está a viver, os principais projectos de construção e reabilitação de estradas, bem como de edifícios públicos, tem seguido o seu curso normal.

“Tudo faremos para que continue a ser assim, tendo em conta a importância das estradas, principalmente das estradas secundárias e das terciárias no processo de aumento da produção nacional”, salientou.

Por outro lado, sublinhou a importância da conclusão do trabalho já iniciado de elaboração dos principais instrumentos de planeamento territorial, urbanístico e rural, a nível provincial e municipal, particularmente dos planos directores dos municípios.

Para o ministro de Estado, é preciso que cada município do país tenha o seu plano director, em perfeita harmonia com o Plano de Desenvolvimento Nacional. Assim, o desenvolvimento será mais rápido, eficaz e com ganhos de economia de escala.

Igualmente, acrescentou, vai se dar continuidade ao Programa Nacional de Urbanismo e Habitação, com particular realce para a disponibilização de terrenos infraestruturados e legalizados para as famílias que pretendem construir casa própria em regime de auto-construção dirigida.

Por sua vez, o ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território, Manuel Tavares de Almeida, disse que os efeitos da pandemia da Covid-19 e da queda bruta do preço do petróleo, exigirão uma adaptação do programa de investimento público, com prioridade para os projectos estratégicos.

A par destes, acrescentou, estão os projectos com financiamentos assegurados e em bom grau de execução, sempre no sentido de atender a economia nacional.

Por seu turno, a ministra cessante e agora nas vestes de secretária de Estado para o Ordenamento do Território, Ana Paula de Carvalho, assegurou o apoio ao novo ministro e à nova missão, para a materialização das metas do PDN 2018-2022, que prevê levar habitação condigna a todas as províncias.

Outro objectivo será trabalhar nos instrumentos do ordenamento do território e o programa “Minha Terra”, voltado para a legalização de terrenos de famílias com menos possibilidades.
 

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura. Importa referir, que a medida em referência, não retira o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar