X

Notícias

01jun

Mais de mil crianças foram alvo de violência este ano

Social | | Return

Mil e 427 crianças foram alvo de violência em Angola, entre Janeiro a 15 de Maio do corrente ano, anunciou nesta segunda-feira, em Luanda, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves.

Deste número, registado pelo Instituto Nacional da Criança (INAC), destacam-se a fuga a paternidade com 677 casos, a exploração de trabalho infantil com 299 e a disputa de guarda com 155, esclareceu a governante.

Faustina Alves que falava no acto de assinatura do Memorando de Entendimento entre o INAC e o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) referiu que deste número 782 são do sexo masculino e o restante (645) do sexo feminino.

De acordo com a ministra, que com o titular do Ministério do Interior, Eugénio Laborinho, assinou o referido memorando, o INAC vai a partir do próximo dia 16 fazer o lançamento da linha de recepção de denúncia de casos de violência contra a criança, denominada "SOS-Criança".

O SOS-Criança responderá pelo número 15015, a nível nacional, será gratuito, com características de anonimato e confidencialidade e numa primeira fase, o CISP fará a recepção das denúncias  nos finais de semana e fora das horas normais de expediente, esclareceu.

Memorando

O documento pretende possibilitar a cooperação entre as duas instituições, tendo em vista a operacionalização da linha denúncia SOS-Criança, como mecanismo para melhor combater e prevenir a violência contra a criança.

Vai servir ainda para prevenir conjuntamente todos os actos de violência contra a criança, em particular os que põem em causa não só o bem estar da criança como a tranquilidade e ordem pública.

Permitir o funcionamento da linha SOS- Criança sem interrupções, de tal forma que as chamadas para o número 15015 nos dias de feriados, finais de semana e depois da hora normal de trabalho sejam reencaminhadas para o número 111, controlado pela Polícia nacional, através CISP.

Hoje, 01 de Junho, assinala-se em todo mundo o Dia Internacional da Criança que tem como propósito reconhecer que todas as crianças, independentemente da raça, cor, religião, origem social e país de origem, têm direito a afecto, amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, protecção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de Paz e Fraternidade.

Attachments

Related

 
Avisos Consulado

Pela presente, o Sector Consular da Embaixada de Angola na República Federal da Alemanha, informa que, doravante, no acto de tratamento de questões de natureza consular, procederemos ao uso do termómetro de medição da temperatura, o uso obrigatório da máscara,  desinfectantes (Álcool-Gel), bem como o distanciamento de pelo menos de um (1) metro e meio no contacto com as pessoas .

Augurando por dias melhores, cordialmente nos despedimos.

Berlim, aos 22 de Junho de 2020.-  

Reclamções e consultas do Sector Consular  ligar para +491602019523

PARLAMENTO DE ANGOLA

Visitar
 

BANCO NACIONAL DE ANGOLA

Visitar
 

LINKS ÚTEIS

Visitar