ANGOLA CONTA COM O APOIO DA UE PARA A DIVERSIFICAÇÃO DA ECONOMIA

Mar 5, 2021

Diversificar a economia e reduzir a dependência do petróleo, é um dos maiores desafios do governo angolano. Para atingir este objectivo o executivo conta com a colaboração de organizações e empresas nacionais e internacionais.

A embaixadora da União Europeia (UE) em Angola, Jeannette Seppen, reafirmou, ontem, no Luena, o compromisso daquela organização em apoiar o processo de diversificação económica no país.

jeannette Seppen, que cumpre uma visita privada de dois dias aso Moxico, prestou esta informação no final de um encontro com o vice-governador do Moxico para o Sector Político Económico e Social, Victor Silva.
A diplomata disse que o apoio da UE visa contribuir para o país ter “uma economia robusta e sustentável”. A aposta na formação profissional dos jovens e boa governação, disse, fazem parte das ajudas que Angola espera receber da União Europeia.

Durante o encontro, o vice-governador do Moxico apresentou o actual quadro da província, tendo apontado como principais apostas as vias de comunicação, o combate à ravinas, fomento da agricultura, turismo, formação profissional dos jovens e construção de infra-estruturas sociais.  
Constam na agenda da embaixadora da UE uma deslocação à comuna do Lucusse, a 133 quilómetros da cidade do Luena, onde vai presenciar os trabalhos de desminagem.
Dados disponíveis indicam que a província do Moxico tem três milhões de hectares de terra por desminar. Para o êxito do processo, conta com sete equipas de desminagem.

Saiba mais aqui.

AVISO: Devido à pandemia Covid-19, visite-nos apenas com marcação prévia: +49 30 240 89 70. Se vai viajar para Angola, consulte Formulário de Registo de Viajem